Abertura do post sobre se Air Fryer vale a pena: Mulher preparando batatas em Fritadeira sem Óleo

Air Fryer vale a pena? Confira as 4 principais vantagens e desvantagens desse eletro!

As frituras são bastante amadas em vários estilos culinários ao redor do mundo. O óleo e a gordura sempre deixam um sabor forte e agradável, mas que também vem carregado de calorias e pode eliminar quase por completo os nutrientes presentes na comida.

A partir disso surgiu uma alternativa, a Air Fryer, uma fritadeira que usa ar em vez de óleo. Mas, será que ter uma Air Fryer vale a pena?

Como qualquer outro eletrodoméstico, ela vem com seus prós e contras. Acompanhe e entenda melhor.

Veja também: Nós analisamos as melhores fritadeiras sem óleo da atualidade! Não deixe de conferir!

Air Fryer vale a pena? Vamos as 4 principais vantagens e desvantagens

4 vantagens da Air Fryer

Alimentos com menos calorias

Um dos principais pontos a favor das Air Fryers é que elas não requerem o uso de óleo, que é associado à gordura. Pratos fritos no óleo tendem a ser pouco saudáveis, pois carregam muitas calorias, o que afeta a circulação sanguínea e leva ao ganho de peso.

Na Air Fryer, não há óleo para ser absorvido pelo alimento. Como mencionamos, o cozimento ocorre com ar quente e a umidade presente nos ingredientes. Uma alternativa mais saudável para muitas pessoas.

Menos sujeira

Outra preocupação de quem faz fritura com óleo é ter que limpar os utensílios de cozinha depois. Em alguns casos, a gordura fica muito agarrada ao recipiente, sendo bem difícil de limpar. Sem mencionar quando ela se espalha pelo ar para outras partes da cozinha.

Nesse ponto, a Air Fryer vale a pena. Fora os restos do alimento e talvez parte do tempero, não há muito o que limpar, mesmo depois de preparar a sua refeição. Basta fazer uma higienização básica usando detergente e uma esponja não-abrasiva.

Preparação fácil e mais prática

Preparar alimentos em óleo geralmente exige mais cuidado e atenção constantes. Além de monitorar o alimento e movê-lo para fritá-lo por igual, também é necessário cuidar para que o óleo não se espalhe por acidente.

A Air Fryer oferece uma alternativa mais simples e prática para essa tarefa. Quase todos os modelos contam com um timer embutido. Ao ligar o aparelho, você também marca o tempo pelo qual ele deve ficar ligado. Assim, não há risco de errar no tempo de preparação.

Valor mais econômico

Ao contrário do que alguns acreditam, uma Air Fryer não custa tanto mais em energia do que você gastaria com óleo e gás. Um modelo com boa eficiência energética pode gastar menos de R$10 ao longo do mês, dependendo da sua tarifa local.

A questão aqui é verificar a eficiência de consumo do aparelho antes da compra. Assim, você pode calcular o consumo em relação à frequência de uso esperada e ter uma estimativa do seu impacto na conta de luz dos próximos meses.

4 desvantagens da Air Fryer

Perda do valor nutricional

É verdade que a comida feita com uma Air Fryer tende a ser mais saudável do que aquela feita com óleo, mas o processo de preparação aqui também tem seu impacto negativo.

Como o alimento é preparado muito rápido e em temperaturas bem elevadas, a tendência é que muitos de seus nutrientes também sejam quebrados no processo. Assim, certos ingredientes podem perder parte de seu valor nutricional.

Maior risco de produzir acrilamida

A acrilamida é uma substância normalmente produzida quando alimentos ricos em amido, como batatas ou mandioca, são superaquecidos durante o preparo. Essa substância pode ser ruim ao organismo humano, podendo aumentar o risco de doenças em altas dosagens.

Como a Air Fryer utiliza temperaturas mais elevadas, há maior risco de superaquecer esses ingredientes. Por isso que, em alguns casos, o mais indicado é não utilizar a temperatura máxima do aparelho.

Alteração do sabor

Se você ama o sabor de pratos fritos, então deve sentir uma diferença clara com relação à Air Fryer. A menor concentração de gordura também afeta o gosto e a textura, criando uma experiência diferente. Algo que, por si só, pode ser um ponto negativo bem forte para alguns.

Peso na rede elétrica

Mesmo que o custo de energia no mês seja relativamente baixo, uma Air Fryer ligada ainda coloca a rede elétrica da casa sob bastante pressão. Sendo assim, não é recomendado ligá-la junto com outros aparelhos, como chuveiro elétrico ou forno microondas, para evitar sobrecarga.

Veja também: Tem dificuldades em manter sua Air Fryer em ordem? Te mostramos como limpar Air Fryer da forma mais simples e prática!

Perguntas frequentes sobre se Air Fryer vale a pena

O que não pode colocar na Air Fryer?

No geral, apenas alimentos sólidos devem ser colocados no recipiente da Air Fryer. Nada de sopas, caldos ou outras substâncias que podem facilmente evaporar.
Também não devem ser colocados quaisquer recipientes que não sejam próprios do aparelho. Especialmente potes de plástico, cerâmica ou de madeira.

Pode usar Air Fryer todo dia?

Sim, é possível usar a Air Fryer diariamente na preparação de alimentos. Desde que você tome os cuidados necessários com a acrilamida, ela não apresenta nenhum risco para a saúde.
E devido ao seu baixo custo por uso, também não deve ter um impacto muito alto na conta de luz. Dependendo do custo do gás, pode ser até uma alternativa mais barata.

Tem que colocar óleo na Air Fryer?

Não é necessário óleo para fritar alimentos na Air Fryer, mas ela ainda pode se beneficiar de receitas que usam óleo, azeite ou manteiga como parte da fritura.
Se você aplicar uma pequena camada sobre o alimento antes de colocá-lo para fritar, ele deve ficar com uma camada externa mais crocante e saborosa.

Conclusão

Para saber se a Air Fryer vale a pena, o mais importante é entender suas qualidades, suas limitações. Cabe a você pesar esses dois lados e decidir se esse investimento vale a pena para a sua casa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *