Abertura do post sobre como funciona a chapinha: Cabelereiro usando chapinha em mecha larga

Como funciona a Chapinha? Descubra como a prancha alisa o cabelo!

Apesar de esse ser um dos equipamentos mais populares e acessíveis para quem deseja transformar cabelos cacheados e crespos em fios lisos, muitas pessoas não sabem como funciona a chapinha.

Se você já se perguntou por que a chapinha é tão eficaz na hora de alisar o cabelo ou como o calor da prancha é capaz de mudar a estrutura dos fios, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o seu funcionamento!

Veja também: O Guia do Eletro analisou os melhores modelos de prancha de cabelo desse ano! Confira nossas eleitas!

Entenda como a chapinha é construída e como ela funciona

A primeira etapa da construção da chapinha envolve a placa de aquecimento, que é responsável por aquecer as placas de cerâmica ou titânio presentes na parte superior da chapinha. A placa de aquecimento é geralmente feita de materiais resistentes ao calor, como aço inoxidável.

Já as placas de cerâmica ou titânio são fixadas na parte superior da chapinha e são responsáveis por deslizar sobre o cabelo e alisá-lo. As placas de cerâmica são mais comuns e são conhecidas por distribuir o calor de forma mais uniforme, enquanto as placas de titânio são mais resistentes a danos.

A resistência é o que aquece a placa de aquecimento e, consequentemente, as placas de cerâmica ou titânio. Muitas chapinhas também contam com um controle de temperatura que permite o ajuste do calor de acordo com o tipo de cabelo e evita que os fios sejam danificados pelo excesso de calor.

A quinta e última etapa envolve a instalação do cabo e do plugue. O cabo é geralmente revestido de borracha e é conectado à placa de aquecimento e ao controle de temperatura, já o plugue costuma ter três pinos e é a parte que deve ser conectada à tomada.

Como a chapinha age nos cabelos? Entenda esse processo!

A chapinha age nos cabelos aplicando calor, o que modifica a estrutura dos fios e proporciona um efeito liso.

O calor da chapinha age nas ligações de hidrogênio presentes na estrutura do cabelo, que são responsáveis pela sua forma natural. Ao serem quebradas, as ligações de hidrogênio permitem que o cabelo seja moldado em uma nova forma.

Quando o cabelo é exposto ao calor da chapinha, as ligações de hidrogênio começam a se romper, permitindo que as moléculas de água sejam temporariamente reorganizadas.

Ao deslizar as placas quentes da chapinha sobre o cabelo, a pressão aplicada também contribui para que as ligações de hidrogênio sejam quebradas e o cabelo seja moldado em uma nova forma.

Geralmente, o efeito liso proporcionado pela chapinha pode durar algumas horas ou até mesmo dias, dependendo das características do cabelo e dos cuidados tomados após a aplicação da chapinha. Os cabelos mais finos tendem a ter um efeito liso mais duradouro.

No entanto, após a lavagem dos fios, o cabelo deve retornar a sua estrutura original, se nenhum produto químico for usado.

O que alisa o cabelo: o produto químico ou a chapinha?

Existem dois principais métodos para alisar o cabelo: o uso de produtos químicos e o uso da chapinha. Ambos os métodos modificam a estrutura do cabelo, mas de formas diferentes.

O uso de produtos químicos, como os alisamentos permanentes ou progressivos, envolve a aplicação de substâncias químicas nos fios, que alteram a estrutura interna do cabelo, quebrando as ligações de sulfeto que determinam sua forma natural e alisando o cabelo de forma mais duradoura.

Já a chapinha alisa o cabelo temporariamente por meio da aplicação de calor nas mechas. Esse método é menos duradouro do que o uso de produtos químicos.

O que ocorre é que muitos produtos químicos exigem, após a sua aplicação, o uso da chapinha para um efeito ainda melhor. Isso ocorre porque alguns itens para alisamento são ativados pelo calor e precisam de uma fonte externa, como a prancha, para que funcionem corretamente.

Além disso, a chapinha pode ajudar a selar as cutículas do cabelo, garantindo que os ingredientes do produto químico permaneçam no interior dos fios por mais tempo.

Veja também: 7 coisas que você deve saber antes de comprar uma chapinha!

Perguntas frequentes sobre como funciona a chapinha

Como escolher a temperatura adequada da chapinha para cada tipo de cabelo?

A temperatura ideal pode variar de acordo com o tipo de cabelo. Cabelos finos ou danificados requerem uma temperatura mais baixa, entre 120°C e 150°C.
Cabelos normais ou com química podem ser alisados a temperatura entre 160°C e 190°C. Já cabelos grossos ou crespos necessitam temperaturas mais altas, entre 200°C e 230°C.

Como evitar o efeito “chapado” ao utilizar a chapinha?

Para evitar o efeito “chapado” ao utilizar a chapinha, é importante deslizar a prancha com movimentos suaves e sem pressionar demais as mechas.
Também é indicado usar a chapinha em mechas finas e utilizar um produto de acabamento, como um óleo ou sérum, para dar um aspecto mais natural aos fios.

Conclusão

Agora que você já entende como funciona a chapinha e quais são os cuidados necessários para garantir um resultado seguro e duradouro, pode utilizar esse aparelho com mais confiança e tranquilidade.

Lembre-se de escolher a temperatura adequada, usar produtos de proteção térmica e manter uma rotina de cuidados capilares para evitar danos aos fios. Com essas dicas, você pode ter cabelos lisos e saudáveis, sem abrir mão da beleza e da praticidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *