Visão de cima com foco em mulher branca depilando a perna com depilador elétrico.

Guia de Compra: Os 9 Melhores Processadores de Alimentos em 2024!

Procurando qual o melhor processador de alimentos em 2024, e está encontrando dificuldades de encontrar o modelo ideal pra você?

Sabia que isso é bem comum? É normal ficar em dúvida, já que existem diferentes tipos de aparelhos (multiprocessadores e versões mini), e isso acaba confundindo a cabeça dos consumidores!

Por isso o Guia do Eletro vai te ajudar nessa missão!

Te mostramos agora os 9 ferros de passar mais indicados em 2024, através da análise de 9 modelos, divididos em 3 categorias:

  • Intermediária: Multiprocessadores que custam de R$ 250,00 a R$ 400,00, e mini processador que custam de R$ 150,00 a R$ 250,00;
  • Custo Benefício: Multiprocessadores que custam até R$ 250,00, e mini processador que custam até R$ 150,00;
  • Top de Linha: Multiprocessadores que custam a partir de R$ 400,00, e mini processador que custam a partir de R$ 250,00;

O Melhor Processador de Alimentos em 2024 por Categoria:

DetalhesModeloAvaliaçãoOnde ComprarTipoFunçõesPotênciaJarra
Philips Walita RI7630Melhor Processador de Alimentos no geralMultiprocessador4600W1,3 litros
Philco PMP15002º lugar
Custo Benefício
Multiprocessador5900W1,5 litros
Black Decker HC313º lugar
Custo Benefício
Mini Processador1120W0,4 litros
Britânia BMP900Melhor
Bom e Barato
Multiprocessador5900W1,25 litro
Philco Maxx2º lugar
Bons e Baratos
Multiprocessador3800W1,2 litros
Mondial MP-013º lugar
Bons e Baratos
Mini Processador1120W0,31 litros
Philips Walita RI7636Melhor
Top de Linha
Multiprocessador9750W1,3 litros
KitchenAid Empire Red2º lugar
Tops de Linha
Multiprocessador5250W2,1 litros
KitchenAid Mini Empire Red3º lugar
Tops de Linha
Mini Processador1240W0,8 litros

Veja também:

Processadores de Alimentos com Melhor Custo Benefício

Para iniciar nossa análise, trazemos os processadores de alimentos com melhor custo benefício, que vão de R$ 250,00 a R$ 400,00, e mini processadores de R$ 150,00 a R$ 250,00.

Eles são indicados se você prepara receitas que exigem diferentes tipos de ingredientes com frequência, e quer um produto padrão. Vamos a eles:

Tabela Comparativa

Philips Walita RI7630Philco PMP1500Black Decker HC31
[Celular/Tablet]
Arraste →
TipoMultiprocessadorMultiprocessadorMini Processador
Funções451
Potência600W900W120W
Volume Processador1,3 litros1,5 litros0,4 litros
Volume Liquidificador1,5 litros2,7 litros-
Dimensões / Peso
(AxLxP)
39 x 18 x 18 cm / 2,5 kg45 x 27 x 26 cm / 4 kg15 x 12 x 17 cm / 0,8 kg

1. Philips Walita RI7630

Philips Walita RI7630 preto, com copo de liquidificador ao lado e acessórios a frente.

Nossa Avaliação
🏆 Melhor Processador de Alimentos 🏆

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções4
Potência600W
Volume Processador1,3 litros
Volume Liquidificador1,5 litros
Dimensões AxLxP
Peso
39x18x18 cm
2,50 kg

Principais Prós:

  • Intermediário de melhor desempenho;
  • Ótimo acabamento;
  • Mais silencioso que a média.

Principais Contras:

  • Não tem enrola cabos;
  • Cabo curto;
  • Disco difícil de desmontar.

Após nossas análises, concluímos que o Philips RI7630 é o melhor processador de alimentos no geral, já que ele entrega um ótimo custo benefício, com desempenho muito adequado, e um conjunto de acessórios adequado para suprir as necessidades da maioria dos aparelhos.

O primeiro grande diferencial do Philips RI7630 é o seu desempenho. Ele é o produto de preço intermediário que entrega a melhor performance, tanto para picar e moer, quanto para ralar e fatiar.

Sua lâmina principal é bem afiada, e encaixa bem com o eixo de rotação e com a tigela. Sua potência é de 600W, distribuídos em 2 velocidades mais a função “pulsar”. Mas ele acaba usando apenas 200W em média, o que o deixa muito mais eficiente.

Ele é capaz de picar ingredientes moles, como legumes e raízes rapidamente. O RI7630 também é bem eficiente em transformar grãos, como amendoim e castanhas, em pasta, o que poucos concorrentes da categoria fazem bem.

Seu disco ralador/fatiador também tem boa performance. Ele é feito de um plástico ABS de boa qualidade, e vem com peças de inox encaixáveis. Ele fica bem próximo da tampa, o que evita que o alimento “escape” da lâmina, sendo quase todo fatiado ou ralado.

O copo do liquidificador é bom, e tem 4 lâminas bem afiadas. Por ter somente 2 velocidades, a diferença entre a maior e a menor não é tão grande, o que deixa o preparo de molhos grossos um pouco mais difícil. Mas pra preparar sucos e caldos ele vai muito bem.

Em relação à limpeza das peças, não é nem muito difícil, nem muito fácil. Ele tem poucos pontos de acúmulo de sujeira, e sua tigela não tem vincos e frestas difíceis de lavar.

Porém, suas lâminas são bem pontudas e afiadas, e as peças de inox do disco são um pouco difíceis de desencaixar, o que exige que você tome cuidado na hora de limpar essas peças.

Detalhes do RI7630

Foto real do Philips Walita RI7630

Para quem é ideal

O Philips Walita RI7630 é indicado se você quer um aparelho padrão, que é sucesso de vendas há anos, com desempenho muito eficiente, ótimo acabamento e 2 anos de garantia.

2. Philco PMP1500

Philco PMP1500 vermelho, com formato arredondado, com seus acessórios a frente e copo liquidificador ao lado.

Nossa Avaliação
🥈 2º Lugar Custo Benefício
🥈

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções5
Potência900W
Volume Processador1,5 litros
Volume Liquidificador2,7 litros
Dimensões AxLxP
Peso
45x27x26 cm
3,96 kg

Principais Prós:

  • Excelente qualidade de construção;
  • Fatiador/Ralador de bom desempenho;
  • Mais silencioso que a média.

Principais Contras:

  • Maior e mais pesado (3,96kg);
  • Gasta mais energia;
  • Espremedor pouco útil.

O Philco PMP1500 é o modelo de categoria intermediária com melhor qualidade de construção atualmente. Seu corpo é feito de materiais de excelente qualidade, com um plástico rígido e encaixes muito bem finalizados, com chapa de inox na parte frontal.

Seus acessórios também têm excelente qualidade. O copo do liquidificador é feito de plástico SAN bem grosso e resistente, e conta com 2,7 litros de capacidade total. O copo menor também é muito bem acabado, com 1,5 litros.

Em relação a performance, também é muito boa. Ele possui 900W, que são mais que suficientes para dar conta da maioria dos ingredientes. Sua lâmina principal é bem encaixada, e o disco fica rente a tampa, o que aumenta o desempenho de ralar e fatiar.

Ainda em relação ao ralador/fatiador, seu pilão é bem mais largo que a média. Isso permite que você coloque ingredientes maiores de uma vez, o que ajuda a ganhar tempo no preparo das receitas.

O PMP1500 também acompanha um espremedor de frutas, que é bem acabado, mas tem desempenho mediano, não sendo o grande destaque do produto.

Por fim, ele é mais silencioso que a média, mesmo sendo bem potente. Isso acaba deixando o manuseio mais confortável.

Para quem é ideal

O Philco PMP1500 é indicado para quem deseja um produto com ótimo acabamento, que tenha resistência e durabilidade maiores, com bom desempenho de corte e baixo ruído.

3. Black Decker HC31

Black Decker HC31 branco, com tigela azul transparente e faca de corte acoplada.

Nossa Avaliação
🥉 3º Lugar Custo Benefício
🥉

Ficha Técnica

TipoMini Processador
Funções1
Potência120W
Volume Processador0,4 litros
Volume Liquidificador
Dimensões AxLxP
Peso
15x12x17 cm / 0,79 kg

Principais Prós:

  • Excelente desempenho de corte;
  • Bom acabamento;
  • Jarra de bom tamanho.

Principais Contras:

  • Limpeza um pouco difícil;
  • Encaixe das peças trabalhoso;
  • Um pouco barulhento.

O Black Decker HC31 é a versão mini de preço intermediário com melhor desempenho da atualidade. Seu conjunto tem 120W, mas seu motor é bem eficiente, não consumindo mais de 80W para picar e moer a grande maioria dos ingredientes.

Isso acontece porque ele gira a 2600 rotações por minuto em média, o que é uma excelente velocidade para um processador. Isso o faz ter um grau de corte maior do que os principais concorrentes da atualidade.

Outro ponto onde ele se diferencia bastante é no acabamento. Ele é feito de um acrílico de ótima qualidade, bem brilhante e sem encaixes frouxos ou folgas.

Seus pés são emborrachados e dão ótima estabilidade ao conjunto, e seu botão de acionamento é firme, dando um aspecto de peça durável.

Um ponto onde o HC31 peca é na limpeza. Sua jarra tem alguns cantos, que ajudam a mover os alimentos pra lâmina, mas que também são bem difíceis de limpar. Muito provavelmente você vai precisar de uma escovinha.

Em relação ao tamanho da jarra, é ok para um mini processador. Ele tem 390 ml de capacidade total, que é mais que suficiente para picar e moer ingredientes no dia a dia, ou preparar receitas pequenas, como vinagretes, pastas ou molhos.

Por fim, ele é um produto muito seguro. Só funciona com suas 3 peças travadas na posição correta. O único problema é que não é possível montar o aparelho com a lâmina, tigela e tampa já presos, o que deixa a montagem um pouco trabalhosa.

Detalhes do HC31

imagem de teste do Black Decker HC31

Para quem é ideal

O Black Decker HC31 é indicado se você quer uma versão mini para picar e moer ingredientes que tenha ótimo desempenho, e acabamento acima da média dos concorrentes.

Processadores de Alimentos Bons e Baratos

Chegamos aos melhores multiprocessadores bons e baratos, que vão até R$ 250,00, e mini processadores que vão até R$ 150,00.

São indicados para quem vai utilizá-los de vez em quando, ou que nunca teve um aparelho desses, e quer testar se vai se adaptar. Vamos a eles:

Tabela Comparativa

Britânia BMP900Philco MaxxMondial MP-01
[Celular/Tablet]
Arraste →
TipoMultiprocessadorMultiprocessadorMini Processador
Funções531
Potência900W800W120W
Volume Processador1,25 litro1,2 litros0,31 litros
Volume Liquidificador2,2 litros--
Dimensões / Peso
(AxLxP)
30 x 36 x 23 cm / 2,9 kg37 x 25 x 21 cm / 2 kg1 5x 10 x 19 cm / 0,7 kg

4. Britânia BMP900

Britânia BMP900 preto com formato quadrado, botão prateado, acessórios e copo liquidificador ao lado.

Nossa Avaliação
🏆 Melhor Bom e Barato 🏆

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções5
Potência900W
Volume Processador1,25 litro
Volume Liquidificador2,2 litros
Dimensões AxLxP
Peso
30x36x23 cm / 2,90 kg

Principais Prós:

  • Versão de baixo custo com melhor desempenho;
  • Ralador/fatiador com baixa perda;
  • Encaixes simples e fáceis.

Principais Contras:

  • Lâminas de desencaixe difícil;
  • Corpo pouco estável;
  • Tampa do liquidificador não veda bem.

O Britânia BMP900 é um excelente modelo do tipo bom e barato em termos de desempenho. Possui as 4 funções tradicionais, com a vantagem de vir também com espremedor de frutas.

Sua potência total é de 900W, mas o aparelho consegue trabalhar usando metade disso em praticamente todas as situações, o que garante eficiência no consumo de energia e maior durabilidade do motor.

Seu disco ralador/fatiador é feito de plástico, e as lâminas são bem afiadas. O encaixe dessa peça no eixo é bem firme, e a distância dele para a tampa é pequena. Isso faz com que poucos pedaços sobrem entre a tampa e o disco, o que melhora o resultado final dos ingredientes.

Sua lâmina principal também é eficiente, sendo bem afiada e com encaixe firme na engrenagem central. Isso, somado a potência bem ajustada, garante bons resultados para moer e picar os alimentos.

O BMP900 tem acabamento adequado pelo preço cobrado. Os discos e as lâminas são feitos de um plástico duro e resistente, e não é possível ver rebarbas e encaixes mal finalizados. O copo do liquidificador é um pouco frágil, e a tampa não veda tão bem.

Precisando de um liquidificador de bom desempenho? De uma olhada na nossa análise dos melhores liquidificadores!

Porém, ele possui muitas frestas e cantos, que podem acumular restos de comida, o que dificulta um pouco a limpeza. Sua tigela é feita de acrílico e tem volume de 1,20 litros, o que permite que você prepare receitas médias.

Detalhes do BMP900

imagem de teste do Britânia BMP900

Para quem é ideal

O Britânia BMP900 é indicado para quem quer o produto de preço baixo com desempenho mais avançado do mercado, com acessórios com bom grau de corte e boa durabilidade.

5. Philco Maxx

Philco Maxx arredondado preto, com botão grande e acessórios a frente.

Nossa Avaliação
🥈 2º Lugar Bons e Baratos
🥈

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções3
Potência800W
Volume Processador1,2 litros
Volume Liquidificador
Dimensões AxLxP
Peso
37x25x21 cm / 2,05 kg

Principais Prós:

  • Compacto, cabe nos menores armários;
  • Bom desempenho para grãos;
  • Manuseio seguro e confortável.

Principais Contras:

  • Não vai bem com pedaços grandes;
  • Não vem com liquidificador;
  • Cabo curto.

O primeiro grande diferencial do Philco Maxx é o tamanho. Ele é um dos aparelhos mais compactos atualmente, com somente 37,5 cm de altura, 21,5 cm de profundidade, e 2,05 kg.

Isso ajuda bastante se você tem cozinha pequena, com poucos armários, e sofre pra achar lugar para guardar seus equipamentos.

Porém, mesmo sendo pequeno, ele tem desempenho adequado. Sua velocidade é um pouco abaixo de modelos intermediários, mas dá conta do recado para processar ingredientes moles, como picar e fatiar legumes, embutidos e carnes.

Ele também vai muito bem para processar grãos e sementes, como amendoim, castanha ou café. Porém, não vai tão bem para picar pedaços grandes, principalmente de ingredientes duros, como mandioca ou coco.

Por ser pequeno, a entrada de alimentos da tampa também é limitada, o que aumenta a necessidade de cortar os ingredientes em partes menores para inserir no pilão.

Ele tem um acabamento ok pelo preço cobrado. Seu disco é feito de um plástico duro que passa a sensação de robustez, mas tem ondulações que dificultam a limpeza. As lâminas possuem uma alavanca que facilita muito o desencaixe, o que deixa o manuseio bem mais seguro.

O copo menor é feito de acrílico, e é um pouco fino, com 1,5 mm, por isso é bom evitar quedas. Ele tem 1,2 litros de capacidade, o que é bastante pelo tamanho do produto, e é bem fácil de limpar, já que não tem cantos internos.

Por fim, ele tem pés com ventosas que garantem ótima estabilidade enquanto estiver batendo ingredientes mais pesados, e cabo de energia um pouco curto, o que pode exigir o uso de extensões.

Detalhes do Maxx

imagem de teste do Philco Maxx

Para quem é ideal

O Philco Maxx é indicado se você precisa de um algo compacto, que ocupe pouco espaço, mas que tenha bom desempenho geral e baixo custo.

6. Mondial MP-01

Mondial MP-01 preto estreito e comprido, com tigela transparente e faca acoplada.

Nossa Avaliação
🥉 3º Lugar Bons e Baratos
🥉

Ficha Técnica

TipoMini Processador
Funções1
Potência120W
Volume Processador0,31 litro
Volume Liquidificador
Dimensões AxLxP
Peso
15x10x19 cm / 0,67 kg

Principais Prós:

  • Mini processador de baixo custo com melhor desempenho;
  • Muito compacto e design arredondado;
  • Cabo longo de 1 metro.

Principais Contras:

  • Baixo desempenho com ingredientes duros;
  • Acrílico da tampa muito fino;
  • Botão pode travar.

O Mondial MP-01 é a versão mini da categoria de entrada com melhor desempenho de picar e moer. Possui 120W de potência, mas precisa de menos da metade para processar os alimentos, o que o faz ser mais eficiente.

Ele é uma ótima solução se você quer abandonar a faca para picar temperos, legumes e frutas. Isso faz ele ser um aparelho muito bom para servir de suporte, preparando ingredientes para receitas maiores.

Porém, ele não vai tão bem para picar ingredientes muito duros, ou para moer grãos. Se você precisa de algo para dar conta dessas situações, o Black Decker HC31 é uma opção melhor.

Ele é bem compacto, medindo apenas 19 cm de profundidade, e pesando apenas 0,67 kg. Isso permite que você o guarde naquele cantinho que sobrou no armário.

Outro ponto que é bem legal é o seu design 100% arredondado. Isso faz com que o MP-01 não tenha cantos e frestas que deixariam a limpeza mais difícil, e ainda dá uma aparência bem descolada e bonita.

A qualidade do seu acabamento está acima do preço cobrado. Ele tem pés com borracha siliconada que garantem estabilidade, trava de segurança na tampa e no rotor, e seu cabo tem 1 metro, o que evita que você tenha que usar extensões.

Como parte negativa do acabamento está a tampa da tigela, que é muito fina e pode lascar com facilidade, e o botão de acionamento, que pode travar se não apertado exatamente no meio.

Detalhes do MP-01

imagem de teste do Mondial MP-01

Para quem é ideal

O Mondial MP-01 é indicado se você quer o produto de menor custo que entregue a performance mais avançada. Ele tem bom desempenho de corte, ótimo design e é muito compacto.

Processadores de Alimentos Tops de Linha

Para finalizar, chegamos a análise dos melhores processadores avançados, com multiprocessadores que partem de R$ 400,00, e mini processadores que partem de R$ 300,00.

Eles são indicados se seu hobby é cozinhar, ou se você quer um produto de acabamento mais premium. Vamos a eles!

Tabela Comparativa

Philips Walita RI7636KitchenAid Empire RedKitchenAid Mini Empire Red
[Celular/Tablet]
Arraste →
TipoMultiprocessadorMultiprocessadorMini Processador
Funções951
Potência750W250W240W
Volume Processador1,3 litros2,1 litros0,8 litros
Volume Liquidificador1,5 litros--
Dimensões / Peso
(AxLxP)
39 x 18 x 18 cm / 3,3 kg43 x 31 x 25 cm / 4,2 kg30 x 45 x 19 cm / 1,5 kg

7. Philips Walita RI7636

Philips Walita RI7636 branco arredondado, com botão giratório dourado e quatro discos de corte a frente.

Nossa Avaliação
🏆 Melhor Top de Linha 🏆

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções9
Potência750W
Volume Processador1,3 litros
Volume Liquidificador1,5 litros
Dimensões AxLxP
Peso
39x18x18 cm / 3,31 kg

Principais Prós:

  • Um dos que tem mais funções (11);
  • Excelente performance pra ralar/fatiar/granular;
  • Acabamento dos acessórios diferenciado.

Principais Contras:

  • Disco de batatas palito menos eficiente;
  • Tampa de acrílico fina;
  • Não possui enrola cabo.

Sem dúvidas, o grande diferencial do Philips RI7636 é ser um dos aparelhos com mais recursos disponível no mercado brasileiro. Ele tem nada menos que 11 funções distintas, que são um verdadeiro paraíso para quem ama cozinhar.

Além das tradicionais lâmina de picar/moer, liquidificador e emulsificador/batedor, ele conta com peças bem diferenciadas:

Ralar/Fatiar fino e grosso: Um ótimo diferencial do RI7636 é ter 2 discos para ralar/fatiar. O primeiro é fino, e corta na espessura de 1,2 mm, e o segundo é grosso, cortando na espessura de 2,4 mm.

Isso torna a função de fatiador muito flexível, já que existem receitas que pedem fatias muito finas de ingredientes, como é o caso de lasanhas vegetarianas ou comida árabe.

O ralador grosso também permite alcançar espessuras maiores para queijo, por exemplo, o que é muito bom para quem gosta de gratinar as receitas ou fazer pizza em casa.

Granulador: É um disco único que produz um corte ainda mais fino que o ralador de 1,2 mm. Isso vai te ajudar a conseguir ingredientes em uma espessura muito difícil de alcançar com raladores manuais.

É muito útil para quem faz receitas com queijo e chocolate ralado, e precisa que eles estejam com espessura próxima ao ponto de farinha.

Cortador de batata palito: É a peça que permite cortar legumes em forma de palito.

Ele não é tão útil para cortar batatas com o objetivo de fritar, já que o resultado não é tão uniforme. Mas se você precisa de legumes em forma de palito para incrementar uma receita, ele é bem útil, e poupa bastante trabalho manual.

Todos esses acessórios têm excelente qualidade de construção. Os 4 discos são inteiros de inox, e vem acomodados em uma caixa organizadora, que facilita bastante para guardar.

Por fim, ele é um produto muito bem acabado. Os plásticos utilizados no corpo, na jarra e nos acessórios são de boa qualidade. Somente o acrílico da tampa que poderia ser um pouco mais grosso.

Detalhes do RI7636

Imagem de teste do Philips Walita RI7636

Para quem é ideal

O Philips Walita RI7636 é indicado se você deseja um produto premium que ofereça o maior número de funções possível. Ele é um verdadeiro “parque de diversões” para os amantes da cozinha.

8. KitchenAid Empire Red

KitchenAid Empire Red vermelho metálico, com três botões e todos os acessórios dentro da tigela.

Nossa Avaliação
🥈 2º Lugar Tops de Linha
🥈

Ficha Técnica

TipoMultiprocessador
Funções5
Potência250W
Volume Processador2,1 litros
Volume Liquidificador
Dimensões AxLxP
Peso
43x31x25 cm / 4,20 kg

Principais Prós:

  • Acabamento muito acima da média;
  • Ótimo desempenho geral;
  • Design sofisticado.

Principais Contras:

  • Bem mais pesado que a média (4,2kg);
  • Custo mais alto;
  • Não vem com liquidificador.

O maior diferencial do KitchenAid Empire Red é a sua qualidade de construção muito acima da média. Nós podemos dizer que ele é o aparelho de uso residencial mais bem acabado do mercado brasileiro.

Começando pela sua carcaça, que é feita de um plástico ultra resistente, que garante maior robustez e durabilidade. Seu controle de velocidade é feito através de botões com iluminação de LED, que são muito práticos e fáceis de usar.

A tigela é ponto fraco da maioria dos processadores, mas nesse caso, é o ponto forte!

Isso porque o Empire Red tem uma borracha de vedação na tampa, que também conta com uma trava metálica. Isso garante que nenhum respingo ou resto de alimento vai escapar, e ainda dá mais estabilidade ao conjunto.

Além de ser muito bem projetada, a tigela desse KitchenAid conta com 2,1 litros, o que o torna um dos aparelhos com maior capacidade do mercado, sendo muito indicado se você prepara receitas grandes com frequência.

Esse modelo também conta com um conjunto bem completo de acessórios. Ele possui 3 discos de inox, que fatiam nas espessuras grossa, média e fina, e ralam médio e fino.

Isso é muito bom para quem faz todo o tipo de receita, já que permite que você encontre a espessura ideal para cada ingrediente, o que seria muito difícil de conseguir na faca ou no ralador manual.

Por fim, não podemos deixar de falar do seu design. Ele vem pintado no tradicional vermelho lustroso da KitchenAid, que passa um ar de sofisticação muito grande, e faz com que ele também seja uma peça de decoração para a cozinha.

Detalhes do Empire Red

Imagem de teste do KitchenAid Empire Red

Para quem é ideal

O KitchenAid Empire Red é indicado para quem procura o que há de melhor no mercado, com acabamento muito acima da média, ótimo desempenho de corte e design sofisticado.

9. KitchenAid Mini Empire Red

KitchenAid Mini Empire Red com base vermelha metálica e reservatório transparente com alça preta emborrachada.

Nossa Avaliação
🥉 3º Lugar Tops de Linha
🥉

Ficha Técnica

TipoMini Processador
Funções1
Potência240W
Volume Processador0,8 litros
Volume Liquidificador
Dimensões AxLxP
Peso
30x45x19 cm / 1,50 kg

Principais Prós:

  • Mini processador mais bem acabado do mercado;
  • Posição vertical e 800 ml de capacidade;
  • Controle de potência.

Principais Contras:

  • Enrola cabo mal localizado;
  • Mini processador mais pesado (1,5kg);
  • Custo mais alto.

As versões mini, em sua maioria, são bem simples. Mesmo existindo aparelhos básicos que funcionam muito bem, muitas pessoas gostariam de ter algo com acabamento premium e com design mais bonito.

E se esse é o seu caso, esse KitchenAid é ideal

Isso porque ele é, de longe, o mini processador com melhor qualidade de construção e design mais sofisticado do mercado brasileiro.

Seu primeiro diferencial é ter posição vertical, e não horizontal como a maioria dos seus concorrentes. Isso dá a ele mais estabilidade, e ainda permite que tenha uma jarra maior, de 800 ml.

Isso o torna ideal para quem quer um aparelho somente para picar e moer, mas precisa preparar receitas maiores de uma só vez.

Seu corpo é feito de um plástico rígido de excelente qualidade, com encaixes muito bem finalizados. Ele é um produto muito bonito, que dá um charme maior a qualquer bancada de cozinha.

Em relação ao desempenho, esse KitchenAid é um dos melhores mini processadores. Tem ajuste de potência, o que é raríssimo em um aparelho compacto. Isso vai te ajudar a encontrar o ponto certo para processar qualquer tipo de ingrediente.

Além disso, ele tem botão de acionamento na alça da tampa, que é bem discreto e simples de usar. Sua tigela é livre de BPA, componente tóxico proibido nos EUA, e conta com abertura na tampa, que permite que você inclua ingredientes líquidos durante o preparo.

O ponto negativo fica por conta do enrola cabo, que fica embaixo da tigela, o que acaba sendo pouco prático.

Detalhes do Mini Empire Red

Imagem de teste do KitchenAid Mini Empire Red

Para quem é ideal

O KitchenAid Mini Empire Red é indicado pra quem procura o mini processador top de linha da atualidade. Ele tem acabamento e design muito acima do padrão, ótimo desempenho e alta capacidade.

Como escolher o Processador de Alimentos ideal para sua cozinha!

Quais são os tipos de processadores de alimentos?

O processador de alimentos é um eletroportátil que serve basicamente para, como o nome diz, processar ingredientes, ou seja, mudar sua forma física.

Mas você sabia que existem diferentes tipos de equipamentos? E entender para o que cada um serve é muito importante para adquirir um produto que vai realmente te ajudar na cozinha.

Hoje, existem 2 tipos de aparelhos que processam ingredientes:

Multiprocessador

É o mais famoso, e o que a maioria das pessoas identifica como sendo um processador de alimentos.

O nome é “multiprocessador” porque além de picar e moer os ingredientes, esses aparelhos também podem ter outros recursos. A imensa maioria deles tem 4 funções principais:

Picar ou moer: Através da lâmina que fica presa no fundo da tigela, o equipamento pica ou moe por completo os ingredientes. O aspecto final do alimento vai depender da velocidade e tempo de processamento (ou uso da função “pulsar”).

Essa é a principal função do multiprocessador, e todos devem possui-la para serem considerados processadores.

Ralar: O efeito de ralado é produzido através de um disco, que é preso na parte de cima do eixo principal, embaixo da tampa. Esse disco pode ser inteiro de inox, ou de plástico com uma peça de inox encaixada.

Fatiar: O efeito de fatiado também é produzido através do disco de corte que é preso embaixo da tampa da tigela. Alguns multiprocessadores têm mais de uma faca de fatiar para controlar a espessura dos pedaços.

Normalmente, o disco de ralar e fatiar é uma peça só. Nos de plástico, a faca de inox é encaixável. Já nos discos inteiros de inox, o ralador fica de um lado, e o fatiador fica do outro.

Liquidificar: Boa parte dos multiprocessadores vem com um copo de liquidificador, que serve basicamente para transformar sólidos em líquidos.

Os copos de liquidificar desses aparelhos não costumam ter a mesma performance de liquidificadores dedicados, mas podem quebrar alguns galhos na cozinha.

Além dessas 4 funções, também existem multiprocessadores mais completos, que vem com mais acessórios. Os mais comuns são:

  • Emulsificador: Peça para claras em neve e maionese;
  • Batedor plástico: Peça para massas leves, como bolo e torta;
  • Espremedor: Peça para fazer sucos, como laranja e limão;
  • Granulador: Disco para ralar muito fino, bom para chocolate e queijo;
  • Espiralizador: Disco para cortar legumes em palito, como batata;

Como você viu, os multiprocessadores são aparelhos mais completos, com várias funções. Por isso, eles são indicados se você prepara diferentes tipos de receitas com frequência, com uma variedade grande de ingredientes.

Mas por terem mais peças, eles também são mais difíceis de limpar e de guardar. Por isso, não compre um multiprocessador se seu objetivo é só picar ingredientes simples, como temperos, legumes e carnes. Se esse for o seu caso, prefira um mini processador.

Mini Processador

Os mini processadores são aparelhos menores, que possuem somente a função de processar, ou seja, servem somente para picar ou moer por completo os ingredientes.

Além de terem uma função só, eles também possuem tigela bem menor, com capacidade que vai de 0,3 a 0,8 litros. Isso faz com que eles sejam muito leves e compactos, cabendo em qualquer canto da cozinha.

Normalmente, eles têm somente 1 velocidade, que é controlada segurando um botão único, onde é possível pulsar os ingredientes. Os mini processadores tem lâminas bem menores que os multiprocessadores, mas em compensação giram bem mais rápido, o que acaba compensando.

Esses aparelhos são indicados se você não quer mais picar legumes, temperos e carnes manualmente, e quer algo que agilize esse processo. Ele é muito útil para preparar misturas rápidas, em pouca quantidade.

Não adquira um mini processador se você prepara receitas grandes com frequência, ou quer algo que te permita ir além de somente picar e moer ingredientes. Se esse for o seu caso, opte pelo multiprocessador.

Veja também: Existe outro aparelho de cozinha que pode fazer as funções de processamento! Veja o melhor mixer por categoria!

Fique atento a segurança!

Processadores de alimentos são aparelhos que exigem bastante cuidado no manuseio, já que eles vêm com muitas facas, discos e lâminas, que são extremamente afiadas.

Por isso, é importante que você tome muito cuidado ao manuseá-las, e principalmente, na hora de lavar as peças. Sempre as guarde longe do alcance das crianças!

Uma boa notícia é que quase todos os modelos possuem travas de segurança, que fazem que o motor só gire quando todas as peças estejam 100% encaixadas.

Quanto mais potente o processador de alimentos, melhor?

Você já deve ter visto fabricantes falando que seus produtos são os mais potentes, e por isso, os melhores, não é mesmo?

Mas nem sempre o mais potente é o mais forte

Isso porque existem processadores com menor potência, mas que são mais eficientes, ou seja, não precisam usar toda a força do motor para entregar um bom resultado.

Além disso, aparelhos importados mostram a potência média na caixa, e os nacionais mostram a máxima, o que faz com que você veja produtos mais caros com potência menor.

Todos os processadores de alimentos dessa análise têm consumo eficiente de potência, que garante um desempenho no mínimo satisfatório.

Veja também: Nós fizemos um post exclusivo para te ensinar a como escolher Processador de Alimentos!

Até a próxima análise!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *